Rogério Canella lança livro de fotos ‘Linha 4’

linha4-blog

Imagens registram transformação subterrânea

 

O fotógrafo Rogério Canella mostra no livro ‘Linha 4’ o que poucos viram. Entre novembro de 2005 e junho de 2010, ele realizou cerca de 70 visitas aos canteiros de obra da Linha 4 do Metrô de São Paulo e fez uma verdadeira documentação fotográfica, usando câmera analógica de grande formato. “Trinta metros de profundidade. A essa distância da superfície, uma transformação acontece. Longe dos olhos do cidadão comum, a paisagem é mutante, repleta de máquinas, equipamentos, cabos e materiais de tipos diversos. O ambiente cheira ao diesel das escavadeiras. O barulho da tubulação é ensurdecedor, e ela parece ser ineficaz na tarefa de fazer circular o ar. A escuridão iluminada artificialmente anula qualquer possibilidade de saber como está o clima na superfície”, informa um trecho do texto da contracapa do livro.

O recém-lançado ‘Linha 4’ (editora Olhares; 132 págs.; formato 21x26cm; R$ 70) reúne 120 imagens que apresentam a construção cronologicamente. “A ideia surgiu quando vi o livro ‘Álbum da Avenida Central’, de Marc Ferrez (1843-1923), composto por fotos inspiradoras da construção dessa avenida carioca”, diz Canella.

“O artista não nos diz se as aqui reunidas são todas as curvas, todas as vistas, todos os trilhos, e talvez isso não seja relevante, mas a soma das imagens consegue transmitir uma visão completa, ou pelo menos conclusa, desse imenso trabalho”, escreveu Jacopo Crivelli Visconti no texto crítico de ‘Linha 4’. Nas imagens do livro, não aparecem pessoas, os trabalhadores da obra. “Resolvi mostrar apenas a transformação física dessa paisagem distante dos olhos do cidadão comum”, afirma o fotógrafo.

O início do envolvimento de Canella com a fotografia foi durante o curso universitário de Artes Plásticas que ele concluiu na Faap (Fundação Armando Alvares Penteado). Depois, passou a fazer fotos para veículos de comunicação. Ele começou a fotografar espaços subterrâneos em 2003 (túnel sob o rio Pinheiros) e em seguida teve acesso a uma obra da Linha Verde do Metrô. O passo seguinte foi a série de imagens que deu origem à publicação recém-lançada.

‘Linha 4’ foi produzido com recursos de edital de livros de fotografia de 2011 do Proac (Programa de Ação Cultural), que premiou dez ensaios sobre dinâmicas urbanas no Estado de São Paulo. Algumas imagens do título já foram expostas em São Paulo, Fortaleza e Paris.

Canella marca presença em exposições coletivas e individuais desde 1998. Além do Brasil, já participou de mostras em países como Alemanha, França, Inglaterra, Equador e Cuba. Fotografias dele integram acervos de arte de instituições como os MAM (Museu de Arte Moderna) de São Paulo, do Rio de Janeiro e da Bahia, além de coleções particulares.

|

Texto de Everaldo Fioravante publicado em 26/02/2013 no jornal ‘Metrô News’.

Foto: Rogério Canella

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s